Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.

10 janeiro, 2007

Palavra

(by Memorex)

Bebo-as todas, pequenas letras desarrumadas que se vão juntando, transformando-a numa Palavra bem alinhada. Não é açucarada, nem amarga, perto ou distante.
È delicioso, cativante e arrebatador na ligeireza de uma borboleta determinada a fabricar o resultado aerodinâmico dentro do meu Ser.

Detonando sentimentos ilusionistas, de encantamento extraordinário derramando um diamante nítido, na imensidão do oceano.

O meu mar.

São pinceladas de um azul profundo e electromagnético. Tudo me atrai, seduzindo-me apenas, sem intenção as suas pequenas belezas e simplicidades que elevam em pensamento o meu sentir.

Letras enamoradas no entretenimento espontâneo, do olhar atento e viajante á descoberta de novos mundos linguísticos. Chapear no prazer incontrolável da literatura, amando:

- PALAVRAS.

11 comentários:

aidamonteiro disse...

Lindo, muito lindo!
Virei aqui mais vezes beber das tuas palavras.

Beijinhos e poesias:)

bettips disse...

Perto e longe, eu percebi. Quem como nós, percebe! Liberta então olhos e palavras porque é muito belo ver-te e ler-te!

Anjo disse...

Aqui se bebem belas palavras...
Começa-se por saborear devagar
Como com medo de provar...
E depois de se lhe sentir o sabor
Devoram-se até terminar.
Um beijo

Mafalda Freire disse...

E que sede temos das palavras! :)

Bom Ano, Memorex! ;)

Grilinha disse...

Bom ano amiga...belas palavras que nos adoçam o coração, nos enchem o peito de sentimentos e acariciam a alma. Beijos

Isabel-F. disse...

...que lindo texto querida Memorex. Gostei muito.

tenho um apelo no meu Blog. Quando puderes passa por lá. OK?

Bjs e boa semana

bettips disse...

Assim se tornam essenciais as cores, a imagem. E a palavra escrita, dolente e cadente, carente e vibrante,
Paciente.
Bjinho a ti

aidamonteiro disse...

Regresso aqui e já tenho saudades de um novo texto, das tuas belas palavras.

Um beijinho grande:)

Teresinha disse...

:)
opah... ate me envergonhas com essas tuas palavras deixadas no meu blog:$
por acaso e uma paixao incontrolavel pegar num lapis e desenhar. :P
sabes qualquer pessoa consegue desenhar so nao tem e o habito do desenho nem imaginaçao, mas isso ao longo do tempo flui...
desenhos sao so simples traços que se vao juntanto no papel dando origem a pequenas imagens da natureza, ou imgs abstractas ou mesmo feisuras do ser humano.
todos temos talentos escondios (ou nao) eu do desenho, tu da escrita :)

bjus****
teresa

ps. podemos sempre falar, e so passares pelo meu blog e começar uma conversa :P ou se kiseres melhor pelo msn.

António Melenas disse...

Ah, as palavras... como tu as saboreias e lhes conferes a beleza e que elas podem transportar.

Lindo este teu texto
um beijinho para ti

Teresa David disse...

Usar as palavras como fonte de prazer, mastigá-las, degeri-las, e regurgitá-las para partilha com quem as lê e algo que será para mim sempre um dos maiores prazeres da vida, e estas aqui estão plenas de sabor.
Bjs
TD